segunda-feira, 18 de novembro de 2013

SOCCORO ESTOU CARECA

Tinha imenso cabelo e uma cara gira.
Mais ou menos aos 18 anos, comecei a notar, que o volume do cabelo estava a diminuir. Quando lavava a cabeça não me caiam cabelos, não ficava com cabelos na almofada da cama, nem na escova, não me preocupei.
Mas com o decorrer do tempo e não foi tanto como isso, entrei em loucura, não é que já se notava o couro cabeludo na região central e da frente!


ALÓPECIA ANDRÓGENIA


Corrupio para dermatologistas, uma infinidade de tratamentos diversos, análises que poderiam ser a chave do problema. Mas também não.
Depois passei á fase dos tratamentos no cabeleireiro, shampoos especiais, ampolas XPTO, cremes, eu sei lá. Gastei montes de dinheiro e o problema ia se agravando lentamente.
Vou a mais um dermatologista acompanhada da minha mãe, que tinha exactamente o mesmo problema só que muito mais acentuado e o enigma foi desvendado.
Diagnóstico Alopécica Andrógena de origem hereditária. Nem todos vão herdar essa fortuna, tenham calma.
Mas que raio quer dizer esse palavrão? Em linguagem comum e forte é careca, provocada por os níveis de uma hormona estarem mais altos do que seria desejável.
É muito frequente essa situação nos homens, daí ser normal vermos bastantes carecas no sexo masculino.
Tratamento? Não existe, conforme estamos, assim vamos ficar.
Vamos ficar assim se fizermos um tratamento para toda a vida, não deixando que a calvície aumente, ficar com mais cabelo, isso não.
Que fazer? Há tês hipóteses;  assumimos e não deprimimos, nem baixamos a auto – estima ou compramos várias perucas (hoje somos louras, amanhã ruivas, depois cabelo preto) e pomos aquelas lentes de contacto que modificam a cor dos olhos. Imaginem cabelos negros asa de corvo e olhos verdes, loura e olhos azul-turquesa, ruiva e olhos verdes. Passava-mos a ser conhecidas por camaleão. A terceira e última hipótese, fazer um transplante.


UMA DAS SOLUÇÕES


Quando tiverem queda de cabelo, mas ele ficar na banheira, na almofada e não for limitado a um lugar, se aparecer uma pelada.NÃO É ALOPECIA ANDRÓGENEA.


PELADA


Tem tratamento, vá a correr a um bom dermatologista.


Enviar um comentário