sexta-feira, 29 de novembro de 2013

DIGA NÃO COM ELEGÂNCIA



É preferível dizer não com graciosidade, que um sim desastrado.
A palavra "não", pode ter que ser usada em diferentes contextos: para rejeitar uma oferta, para mostrar a indisponibilidade a um pedido e para falar consigo mesmo.


REJEITAR UMA OFERTA:  


Também as ofertas abrangem situações diferentes:

·       -  Um convite para um espetáculo ou local que detesta. Nesta situação a melhor forma é ser franca, dizendo logo que não aprecia muito aquele tipo de música ou qualquer outra coisa, mas dizendo de imediato que quando houver oportunidade, para um concerto dos…, adoraria ir.

·        -  Um convite para jantar com o colega de trabalho, que apesar de ser execrável, tem de ser posto no seu lugar com elegância. A melhor resposta é, com um sorriso nos lábios, dizer que nunca vai ser possível jantar. Toou court, se mesmo assim insistir numa razão, tente explicar que nem tudo na vida tem uma razão e afasta-se com um sorriso nos lábios.

·        -  Uma oferta de trabalho. Peça que lhe forneçam todos os dados possíveis e peça tempo para refletir. Pode ser interessante monetariamente, mas não compensar pela inexistência de horário normal. Explique que de momento lhe é impossível, não tem apoios que lhe permitam ter reuniões até tão tarde. Se conseguir organizar-se outra forma, entrará em contacto. Agradeça e mostre-se pesarosa por não poder aceitar. Numa situação destas nunca feche uma porta.

·         -  Se lhe chegar a casa um ramo de flores, agradeça de uma forma totalmente descontraída, dizendo que a sua mãe adorou, o que foi óptimo, ela adora flores (ao contrário da filha que antipatiza com flores e gosta mesmo é de cavalos, corridas de cavalos e picadeiros).

DIZER NÃO A UM PEDIDO:




Igualmente aqui a palavra pode ser dita em diferentes circunstâncias:

·        - Para fazer mais uns trabalhos, escuse-se, explicando que já está aflita para conseguir fazer o seu trabalho. Se tivesse disponibilidade de tempo, teria muito prazer em ajudar.



·         


      - Tomar conta dos sobrinhos num fim-de-semana: tem muita pena, mas já tem o fim-de-semana planeado com outras pessoas, se poder ser adiado para outra altura a combinarem as duas, sem problema.

·       -   Emprestar o carro: explique logo que o sentimento que nutre pelo carro é idêntico ao que tem pelo seu marido, logo duas coisas impossíveis de emprestar.

·       -   Emprestar dinheiro:  responda de imediato que também anda aflita e até tinha pensado ir ter com ela para pedir o mesmo. Mais uma vez, com um sorriso nos lábios diga, "lá teremos que andar a almoçar sandes as duas".

DIZER NÃO A MIM MESMO:

Maravilhoso, não preciso de pôr um sorriso nos lábios. Calma e se descubro que digo poucos nãos, tenho de dizer a mim mesmo, tenho que aprender a dizer não. Também tenho que ser simpática e elegante?




Enviar um comentário