sábado, 15 de fevereiro de 2014

MARIE CURIE - A PRIMEIRA MULHER A OBTER O PRÉMIO NOBEL

MARIE CURIE -  PRIMEIRA MULHER A OBTER O PRÉMIO NOBEL 


MARIE CURIE NO LABORATÓRIO

MARIE CURIE
MARIE CURIE PRÉMIO NOBEL

Marie Sklodwska era a filha mais nova de um professor de física e matemática e de uma pianista.
Nasceu em Varsóvia em 7 de Setembro de 1867.
Termina a escolaridade aos 15 anos e passa a trabalhar como professora particular, sempre incitada pelo seu pai a estudar.
Vai para Paris no ano de 1891 para continuar a sua formação académica.
Passados três anos, obtém o grau de bacharel em física e matemática pela prestigiada faculdade parisiense a Sourbonne.
Em 1894 casa-se com o físico Francês Pierre Curie, passando desde dessa data a adoptar o nome do marido e é com o nome de Marie Curie que se torna famosa e conhecida.


PIERRE E MARIE CURIE NO LABORATÓRIO

 Em 1989 é a primeira mulher a obter um Prémio Nobel, o Prémio Nobel de Química, vendo assim reconhecida a sua dedicação ao estudo da radioctividade.
Marie Curie e seu marido Pierre Currie, descobrem dois novos elementos químicos, o rádio e o polónio, este último assim designado em homenagem ao seu país de origem, a Polónia.
Os estudos e as descobertas de Marie Curie e do seu marido, foram extremamente importantes na área médica, designadamente no estudo radiológico e posteriormente aplicadas no diagnóstico e tratamento de doenças oncológicas.
Pierre Curie morre em 1906 e Marie Curie vai substitui-lo como professor da Sourbonne, tornando-se assim a primeira mulher a leccionar na Sorbounne.


MARIE CURIE A PRIMEIRA MULHER DOCENTE DA SOURBONNE

Paralelamente à sua actividade de docente, continua a trabalhar na investigação científica, no campo da radioactividade e suas aplicações médicas.
Em 1911 é novamente galardoada com um Prémio Nobel, só que desta vez em Física e torna- se assim a primeira mulher a receber dois prémios Nobel.
Morre aos 67 anos, vítima de uma leucemia provocada pela exposição profissional aos agentes radioactivos.
Uma das suas duas filhas, Irene Curie, continua o trabalho dos pais e ganha também o prémio Nobel da Química em 1935, um ano depois da morte da sua mãe, Marie Curie.


MARIE CURIE COM AS SUAS DUAS FILHAS IRENE E EVA


Mulher notável, a primeira mulher a obter um prémio Nobel, a primeira pessoa e mulher  a ganhar dois prémios Nobel, a primeira mulher a leccionar na Sourbonne e a ter uma filha que também ganha um prémio Nobel.

Eva Curie, a outra filha de Marie Curie, não ganha nenhum prémio Nobel, mas casa-se com Henry Richardson Labouisse, director executivo da UNICEF, que foi galardoado com o prémio Nobel da Paz.



Enviar um comentário