segunda-feira, 28 de outubro de 2013

O TEMPO E OS OBJECTIVOS

O tempo é um bem precioso, não nos podemos dar ao luxo de o desperdiçar. Vivemos em permanente dúvida, não sabemos resolver a contradição entre a falta de tempo e o seu desperdício.
Como resolver?
ORGANIZAR



Temos em primeiro lugar que definir objetivos muito concretos para a nossa vida.
Logo aqui temos que aprender a dizer a palavra: " Não".
Somos nós que definimos os nossos objectivos, não o director de recursos humanos da empresa, nem a sogra, nem a irmã, etc.
Imagine este cenário: Tem tudo programado, para no fim do trabalho ir à sua aula de  byke e a meio da tarde telefona a sua querida irmã, a  pedir para ir ao infantário buscar os sobrinhos.
Não interessa o motivo por que ela pede, diga NÃO, explique que tem a sua vida totalmente organizada e existem sempre soluções alternativas. 
Tem um objectivo definido, perder x kg em y meses, porque é que deve deixar de ir á aula?
Outro cenário, a sua irmã telefona em pânico, acabou de ser despedida, quer falar consigo. O que vai fazer? Aqui a resposta é obviamente SIM.
Vamos pôr ordem nesta confusão.
Em primeiro lugar defina os SEUS OBJECTIVOS, PESSOAIS, PROFISSIONAIS E FAMILIARES.
Em segundo lugar distinga PRIORIDADE E URGÊNCIA.
As prioridades não devem ser urgências, quando transforma as suas prioridades em urgências, quer dizer que ou não tem objectivos definidos, ou não sabe dizer NÃO. Isto obriga-a viver permanentemente em stress, com uma data de tarefas adiadas e continuamente a apagar fogos.

Não vou ser mais bombeira.









E a coisa mais divina
Que há no mundo
É viver cada segundo
Como nunca mais...


 Continuo no dia 30 , senão lá se vai a minha gestão do tempo. Está na hora de ir fazer pão. Pão? Sim pão, adoro fazer e fica um cheiro na casa tão, tão bom.



Enviar um comentário