domingo, 24 de novembro de 2013

TEREI PESO A MAIS?



TEREI PESO A MAIS?

Talvez sim, talvez não. O que posso fazer para saber?
O excesso de peso predispõem a doenças cardiovasculares e outras. é necessário levar a sério o seu controlo.

ESPELHO, ESPELHOMEU, HÁ ALGUÉM MAIS BELO DO QUE EU?
TEREI PESO A MAIS?
O espelho nem sempre é um correto meio de avaliação, gente magra consegue ver-se ao espelho gordo. E pessoas obesas, não se vêm tão gordas quanto realmente estão.
 
 
Ainda há uma terceira categoria, que se recusa pura e simplesmente a olhar para o espelho.
O número que vestimos, normalmente torna-nos a todas gordas. Um número 38, é na realidade um 36 ou mesmo 34.

Estás o máximo, não faças dieta!
Comentários e conselhos de amigas e colegas, podem estar enviesados com uma certa dose de maldade.

Para determinar se o meu peso está muito distanciado do que é considerado normal, um dos melhores métodos, mais correto e acessível, é o cálculo do IMC, índice de massa corporal.
Para calcular o índice de massa corporal, divide-se o peso em kg , pela altura ao quadrado em metros.
Exemplo Peso = 80 Kg                     Altura = 1,65 m
80/ 1,65x165 = 29,4 (IMC)

É-nos possível através do seu cálculo saber em que categoria nos colocamos. O importante é ter um IMC normal, entre os 20 e 25; se afastado destes valores, fazer tudo o que nos é possível para o atingir: dietas com baixas calorias, exercício físico e mesmo ida ao médico.
Categorias do IMC:

IMC abaixo de 20 = baixo peso

IMC entre 20 e 25 = normal
 
IMC entre 25 e 30 = excesso de peso

IMC entre 30 e 40 = obesidade franca

IMC superior a 40 = obesidade mórbida.

A medida da cintura é suficiente para estabelecer o grau de risco de doença.
 
TABELA DA CINTURA IDEAL
RISCO
MULHERES
HOMENS
Programas recomendados:
Normal
Até 80 cm
Até 90 cm
Risco Médio
> 80 cm
> 90
Risco Alto
84 cm
94 cm
Risco Altíssimo
88 cm
102 cm

TABELA DA OMS

O tipo de distribuição da gordura, também é importante em termos de risco de doença.

 
 Estilo maçã - a gordura está fundamentalmente localizado na região abdominal e do tronco. No estilo maçã o IMC está elevado e a medida da cintura também está elevada.
As principais complicações são cardiovasculares, metabólicas e a dificuldade em encontrar roupa. Mais frequente no sexo masculino.
Estilo pera - a gordura vai localizar-se principalmente na região da anca e parte superior da coxa. O IMC está elevado, mas a medida da cintura pode manter-se dentro de níveis normais ou pouco elevados. O estilo maçã é mais frequente nos homens e o estilo pera na mulher (ainda bem, pelo menos as curvas não desaparecem). As principais complicações são articulares, insuficiência venosa membros inferiores (varizes) e descobrir um par de calças que assentem como deve ser.

Calcule já o seu IMC e esteja atenta ao blog. Voltaremos ao assunto.


Enviar um comentário