domingo, 24 de novembro de 2013

GESTÃO DO TEMPO E RITMO CIRCADIANO

GESTÃO DO TEMPO E RITMO CIRCADIANO

OS DIFERENTES RITMOS CIRCADIANOS


Gerir o tempo pode ser muito complicado e a razão não é a incapacidade de saber fazê-lo, mas sim a incompatibilidade do seu tipo de sono, com as regras ou hábitos sociais.
Há pessoas que têm um ritmo circadiano considerado “normal”, não entrando em conflito com as regras sociais. Adormecem e levantam-se às horas que coincidem com o ritmo da sociedade em geral. Dormem em regra 8 horas, não têm dificuldade em adormecer e a acordar.
Estas felizardas podem gerir bem o tempo, estão em sintonia com os horários escolares, laborais e da sua vida social.
Há dois outros tipos de ritmos circadianos que estão em declaração de guerra com a sociedade e os seus hábitos. São os popularmente chamados mochos e galos, não são portadores de nenhuma doença, pura e simplesmente são assim e frequentemente há mais pessoas na família com o mesmo ritmo.
Os mochos vivem de noite e os galos acordam de madrugada.



Os mochos são aqueles que a sociedade mais recrimina e mais problemas têm. Só têm sono lá para as 2 h da manhã, não adianta deitarem-se às 23 h, ficam às voltas na cama e quando o relógio toca, é uma tortura. Levantar ás 7 h da manhã quando se adormeceu as 2 h da manhã e só se dormiu 5 h, é manifestamente pouco.
Os mochos acordam mal dispostos, zangados com eles e com o mundo, não conseguem tomar pequeno-almoço, só a meio da manhã é que vão tomar o pequeno-almoço e desaparecem as trombas. Na primeira parte da manhã são lentos, pouco imaginativos, com dificuldade em fazer seja o que for.
Os mochos têm muita dificuldade em gerir a sua agenda, andam a contra relógio com o trabalho e frequentemente com a família.

Os galos acordam muito cedo, bem-dispostos, fazem cocorocó, são produtivos no trabalho e aparte da agenda que corresponde as suas actividades profissionais não causa stress. Gostam de se deitar com as galinhas, a agenda pessoal é a atingida. As 21-22 horas estão prontas para ir para a cama. Ir ao cinema à noite ou jantar fora é muitas vezes um sacrifício, não comentam com ninguém, têm vergonha, alguns são considerados bichos do buraco. Hoje em dia o convívio social é maioritariamente nocturno.
Um galo nunca deve ter uma relação afectiva com um mocho, na fase de enamoramento o galo passa a mocho e o mocho a galo. Vão ao cinema e acordam ás 5 h da manhã para ir ver nascer do sol, enfim é a paixão. Quando a paixão passa a amor tudo se complica.
DURANTE O ENAMORAMENTO 
O que fazer?
Os mochos devem tomar o último café ao almoço, após do jantar ficarem à média – luz e depois das 22 h não mexer no computador, nem ver televisão, ouvir música tipo baladas com o som baixo, ler um livro e deitarem-se sem correr as persianas.
COMO TRABALHAR DE MANHÃ CEDO ?
 Se nada resultar e for um problema grave deve consultar o seu médico, existem tratamentos à base de melatonina, não se auto medique.

Os galos devem fazer tudo ao contrário dos mochos e se não resultar falar com o médico, existem tratamentos com luz brilhante.

ESTÃO A ACORDAR OS GALOS


Mas a maioria dos galos não têm muitos conflitos com os hábitos sociais à excepção dos adolescentes e adultos jovens.




Enviar um comentário