quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

MAGRET DE PATO

MAGRET DE PATO

MAGRET DE PATO

HISTÓRIA DO MAGRET DE PATO


FOI GRAS

Os franceses alimentam de forma especial os patos para a produção de foi-grais, esses patos necessitam de ter um fígado gordo.
Inicialmente aproveitavam os peitos de pato cozendo- os muito lentamente.
Quando descobriram que os camponeses do sul da França grelhavam os peitos de pato, aproveitando a gordura da pele para lhes dar sabor, começaram a cozinhar os patos de forma diferente.
O nome vem por contraposição a gordo, uma vez  que o peito é a parte mais magra do pato.


RECEITA DE MAGRET DE PATO

2  peitos de pato
PEITO DE PATO
Sal.q.b.
1 dl de vinagre balsâmico
Pimenta q.b.

De uns cortes na pele do pato, mas sem chegar à carne, tempere com sal e pimenta.
Ponha ao lume forte uma sertã, sem gordura nenhuma, quando a frigideira estiver bem quente, ponha o pato com a pele para baixo, mal a pele do pato tenha alguma cor, diminua o lume para médio e deixe ficar mais 5 minutos, durante esse tempo vá retirando o excesso de gordura, findo esse tempo vire o pato e deixe mais 2 minutos. Retire, cubra com papel de alumínio e deixe repousar em local quente durante 8 minutos.
Quando o pato tiver repousado , corte-o em fatias finas e junte 1 dl de vinagre balsâmico aos sucos da carne, leve ao lume a reduzir e deite no pato.

Coma acompanhado com espargos e  um tinto da Quinta do Carmo de 2009


Enviar um comentário