quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

CARNE TENRA DE VACA





 CARNE TENRA DE VACA

 A carne de vaca para ser tenra tem que ser cozinhada de acordo com a forma mais adequada ao tipo de corte .

Cortes de carne 



Assar -  é um processo de cozinhar a carne no forno  pré-aquecido a 200ºC e ir regando com os próprios sucos da carne. Deve utilizar-se a carne mais tenra, como as costelas de vaca ou lombo com osso.


BIFE DO LOMBO

Assar lentamente - processo de cozinhar a carne em forno pré-aquecido a 160ºC, demora mais tempo a assar e as fibras decompõem-se mais, ficando a carne mais tenra. Uma boa maneira de assar a rabada e o ganso redondo.

Assar no tacho - a carne é primeiro alourada e depois junta-se vinho ou caldo para a manter sempre húmida, deve-se ir regando a carne com o molho. Uma outra boa maneira de assar rabada e ganso redondo.

Fritar -  É a forma como se cozinham os bifes em azeite. A carne tem que ser muito tenra, a ideal é o lombo ou o vazio.
BIFE DA VAZIA

Grelhar- Implica também usar carne muito tenra, como o lombo ou o vazio.

Estufar - é desta forma que vamos cozinhar as partes mais duras como o acém, a maçã do peito, o chambão e as bochechas.

CHAMBÃO OU NISPO


CARNE TENRA

A forma de cozinhar adequada à peça de carne.
Antes de cozinhar a carne, ela já deve estar à temperatura ambiente, para cozer por igual.
A carne tem que ser cortada sempre em sentido contrário às fibras.
Depois da carne assada, grelhada ou frita, deve ficar sempre a repousar, para que as fibras se distendam e a carne fique mais tenra.
Uma peça grande de carne deve repousar cerca de metade do tempo que esteve a cozer, um bife deve repousar tempo igual ao da cozedura.
Embrulhe em papel de prata para não deixar arrefecer enquanto repousa.



Se tiver confiança com o seu talhante, peça para lhe guardar a carne que esteve mais tempo pendurada na câmara frigorífica. A suspensão da carne também faz a distensão das fibras tornando-a mais tenra.






















Enviar um comentário