quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

OS VINHOS DA SUA GARRAFEIRA -X


OS VINHOS DA SUA GARRAFEIRA -X



Como já fizemos no início destas páginas uma, ainda que breve referência, aos vinhos da Madeira e dos Açores, resta-nos falar de uma última região de vinhos portugueses, a Região do Algarve.

O Algarve é a região mais a sul do nosso País. 
Encontra-se separada da planície alentejana por uma cadeia montanhosa quase ininterrupta, que percorre a região desde a fronteira espanhola até à costa atlântica. 
O clima, mediterrânico, é mais quente na região Este, com forte influência mediterrânica e na costa a Oeste, mais fresco, húmido e temperado. 
Os solos da região do Algarve são heterogéneos, dividindo-se por entre zonas de predominância arenosa, argilosa, calcária, grés e litólicos, com raras zonas xistosas nas encostas das serras.

VINHAS DO ALGARVE

As castas brancas maioritárias são o Arinto, Malvasia Fina, Manteúdo e Síria, enquanto nos tintos sobressaem as castas Castelão e Negra Mole.

A região do Algarve encontra-se dividida em quatro denominações de origem, Lagos, Portimão, Lagoa e Tavira. Protegido dos ventos quentes e secos do Norte pelo sistema montanhoso, desfruta de milhares de horas de sol todo o ano.

No International Wine Challenge 2013, alguns dos tintos e brancos  produzidos na região do Algarve, receberam a Medalha de Prata:


João Clara Tinto 2011, proveniente das castas Touriga Nacional, Alicante Bouschet e Syrah, produzido a partir de vinhas da zona de Alcantarilha, é um tinto com aroma intenso a fruta vermelha, hortelã e especiarias. Na boca, paladar a fruta madura e especiarias. Com alguma acidez, em um longo e muito agradável final de boca. Teor de álcool 14,3 % vol.









 O Marques dos Vales - Grace Verdelho 2012, um monocasta a partir da casta verdelho, proveniente da Quinta dos Vales. É um vinho branco com aroma a laranja madura, com gosto a lima e final fresco. Teor de álcool 13,5 % vol.










No Wine Masters Challenge  de 2011, já os vinhos da Quinta dos Vales haviam recebido duas medalhas de Ouro para o Grace Vineyard tinto 2008 e o Selecta tinto 2008 e duas medalhas de Prata para o Grace Vineyard branco 2010 e o Primeira Selecção branco 2010. O Grace Vineyard 2008 vollta ser agraciado em 2013.






No Wine Master Challenge de 2013, foram ainda premiados com a Medalha de Bronze, o Foral de Portimão Colheita Selecionada 2011, produzido nas Quintas da Penina e Quinta dos Cabeços.


VINHA DA QUINTA DA PENINA - ALVOR - ALGARVE

É um Vinho Regional Tinto produzido a partir das castas Alicante Bouschet, Aragonez, Cabernet Sauvignon. Do estágio de 6 meses em cascos de carvalho francês e americano, resulta um vinho de cor ruby com aromas frutados e florais com destaque para a ameixa, envolvendo aromas de baunilha e especiarias. Na boca revela-se aveludado, frutado, complexo e fresco, com final persistente e aromático. Com teor de álcool de 14%/ vol. é um vinho que acompanha bem com pratos de bacalhau, carnes vermelhas e caça, assim como com bons queijos. Recomenda-se abrir, deixar respirar um pouco e servir a uma temperatura entre 17º-18º C.

Da Quinta dos Vales, o Grace Vineyard 2008, produzido a partir das castas Cabernet Sauvignon e Trincadeira é um vinho tinto com graduação de 13 % vol. Com estágio de12 meses em barricas de carvalho francês e posterior estágio de oito meses em garrafa. De cor Vermelho Granada e aroma intenso a frutos negros e vermelhos; bons baunilhados. Vinho volumoso, suave e elegante. Taninos arredondados e adocicados. Acidez nobre. Leves nuances de caramelo tostado. Os taninos bem integrados garantem um final longo e aromático. Ideal com enchidos e presuntos, carnes vermelhas, ou uma boa selecção de queijos. Consumir a 18ºC. Também este vinho recebeu uma medalha de bronze no Wine Master Challenge de 2013.

QUINTA DOS VALES - ALGARVE
Estas são algumas das sugestões para a sua garrafeira que está agora bem servida de muitos e bons vinhos das diferentes regiões do nosso País. Apesar de pequeno, tem uma variedade tão grande de climas e solos que necessariamente conduzem a uma variedade igualmente grande de vinhos.
Que tenham sido úteis estas dicas e desejos de boa degustação. Até sempre.





Enviar um comentário