domingo, 16 de fevereiro de 2014

CRACÓVIA - STARE MIASTRO

CRACÓVIA - STARE MIASTRO



A Grande Praça - visão do Mercado dos Panos
STARE MIASTRO

Perto das muralhas encontra-se a Igreja de Santa Cruz, do século XIV. Com uma única nave o seu interior surpreende: de um único pilar que se ergue no centro da nave partem os nervos góticos que formam a abóboda, como se retractassem uma palmeira. A decoração mural com temas florais, também surpreende pela riqueza dos seus motivos renascentistas.

Decoração mural com temas florais



Pormenor que nos surpreendeu no interior da Igreja - o Presépio e a árvore de Natal
Passámos pelo Teatro Juliusk Slowacki construído entre 1890 e 1893, inspirado na Ópera de Paris. A fachada é extraordinariamente rica em decorações escultóricas. Com capacidade para 920 espectadores, dizem possuir uma excepcional acústica. Infelizmente, porque não conhecemos a língua polaca, não tivemos oportunidade de assistir a nenhum espectáculo, razão pela qual não podermos dar testemunhar isso, nem podemos ver o seu interior. Localizado na pl. Sw. Ducha 1, 31 – 023 em Cracóvia.

Teatro Juliusk Slowacki 

Teatro Juliusk Slowacki (pormenor)

Teatro Juliusk Slowacki (pormenor)

Saímos pela Porta de São Floriano – Brama Florianska, padroeiro dos bombeiros. Era a principal porta de acesso ao centro da cidade, mencionada já em 1307. No século XIV foi construída por cima dessa porta uma torre quadrada de pedra que na sua fachada sul tem um baixo-relevo representando São Floriano a apagar um incêndio com um balde de água. Desta porta partem troços da antiga cerca de muralhas.


Torre daPorta de São Floriano – Brama Florianska


 Porta de São Floriano


Voltamos a entrar pela Porta de São Floriano e entramos em de novo na Cidade Velha. Os artistas de rua montam uma galeria ao ar livre junto das muralhas medievais, mesmo nestes dias de neve.


Artistas de rua junto às Muralhas Medievais 


Ao fundo o edifício do antigo Arsenal, que se encontrava encerrado.

Antigo Arsenal


Em frente uma estátua de Mercúrio.

Estátua de Mercúrio

Ao lado uma escada conduz-nos à Torre dos Calafates, onde se encontra mais uma das secções do Museu Nacional de Cracóvia, que alberga antiguidades egípcias, gregas e romanas. Visitamos o museu, onde, para nossa surpresa não nos foi impedido fotografar.

A entrada da Torre de Calafates, com Brama Floianska
 e ao fundo a Torre dos Pequenos Logistas

Torre dos Calafates

Algumas das obras fotografadas no interior desta Secção do Museu Nacional de Cracóvia:
















Enviar um comentário